Portugal antigo e moderno; diccionario ... de todas as cidades, villas e freguezias de Portugal e de grande numero de aldeias, Volume 7

Front Cover
 

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Other editions - View all

Popular passages

Page 80 - Rey de Portugal e dos Algarves, d'aquem e dalem mar em Africa Senhor de Guiné e da conquista, navegação e commercio de Ethiopia, Arabia, Persia...
Page 80 - Joze por Graça de Deus, Rey de Portugal, e dos Algarves, daquem, e dalem Mar, em África, Senhor de Guiné, e da Conquista, Navegação, Commercio de Ethiopia, Arabia, Persia, e da India etc.
Page 230 - Lusitanos, Neste outeiro subidos, se defendem Fortes, de quatrocentos Castelhanos, Que em derredor, pelos tomar, se estendem; Porém logo sentiram, com seus danos, Que não só se defendem, mas ofendem. Di[g]no feito de ser, no mundo, eterno, Grande no tempo antigo e no moderno.
Page 28 - E' digno de ver-se o Manifesto, em que se mostra a innocencia do Duque de Bragança D. Fernando 2.* ea falta de pro.
Page 332 - Conde de Sampaio (Manuel). A sentença é da mesma data da antecedente, e teve o mesmo defensor, datada do mesmo dia. «Conde da Taipa. Teve o mesmo defensor, ea mesma sentença, datada do mesmo dia. «Conde de Villa Flor.
Page 456 - Postoque em seus irmaos tao claro o visse, Reprovando as vontades inconstantes, Aquellas duvidosas gentes disse 6 Com palavras mais duras que elegantes, A mao na espada, irado e nao facundo, Ameaçando a terra o mar eo mundo : XV. „„Como? — da gente illustre Portugueza Ha de haver quem refuse o patrio Marte?
Page 531 - Gules, on a saltier, argent, a rose of the first, barbed and seeded proper ; for his crest, In a ducal coronet, or, a bull's head, argent, pied sable, armed of the first, and charged on the neck with a rose gules ; supporters, Two bulls, argent, pied sable, armed, imgulcd, collared and chained, or.
Page 332 - Moraes Sarmento, desembargador da relação do Porto, e natural d'esta cidade. A sentença é de 25 de novembro de 1829, e foi seu defensor o bacharel Antonio Cyro Pinto Osorio. Teve a mesma condemnação...
Page 330 - ... ea que com baraço e pregão fosse levado pelas ruas publicas do Porto até ao largo da Praça Nova. e na forca, que ahi se havia de levantar, morresse enforcado; sendo-lhe depois cortada a cabeça, para se affixar em um alto poste no logar do delicto. Foi mais condemnado na confiscação e perdimento de todos os seus bens. Foi-lhe intimada a sentença em 4 de maio, e subiu logo ao oratorio. Em 6, por via de embargos, foi alliviado da pena de morte, e condemnado a ir assistir ás execuções,...
Page 425 - Com as obras emprehendidas últimamente, para acabamento d'esté tórrelo, e que se acham quasi terminadas, ficam o tribunal do commercio ea bolsa de Lisboa, decorosamente accommodados. A sala do tribunal é vasta, muito alegre, e está ornamentada com riqueza e bom gosto. «A cidade do Porto foi dotada, muito mais tarde, com este importante melhoramento, mas licou bem compensada da tardanca com a grandiosidade do seu ediucio da bolsa.

Bibliographic information